fbpx
Marketing Digital

Um Copy desses, bicho!

Você chega do trabalho com a cabeça fervendo e sem respostas para os problemas.

Deita na cama, abre o notebook, entra no Facebook e, sem grandes pretensões, passa por um anúncio que diz “Estratégias para sua empresa”.

Você continua rolando o seu feed e passa por um segundo anúncio: “Dobre os seus leads com pouco investimento”. Esse chamou a sua atenção, pois resolveria todos os seus problemas.

Ambos os anúncios te levam para o mesmo tipo de conteúdo, mas as palavras utilizadas no segundo colocam o dedo na sua ferida. São as palavras certas para gerar conversões de cliques.

Entendeu a diferença? Esse é o papel do copywriting, a arte de escrever e persuadir as pessoas a realizarem aquilo que você quer, como um clique, por exemplo.

O copywriting é importante para todas os estágios do funil. Capaz de levar seu público desde o clique em um anúncio até a finalização de uma compra.

As palavras são as melhores chaves de convencimento para o seu público e precisam ser exercidas com maior riqueza quando se trata de um produto que não se vende sozinho.

O que é Copywriting?

O copy, de modo geral, é um dos métodos mais eficientes para fazer com que seu público conclua uma ação, como fazer o download de um PDF ou clicar em um link, mesmo que isso não esteja especificado.

É uma técnica de uma boa escrita, na qual é possível utilizar de analogias, metáforas, storytelling, exclusividade e repetição. Além das palavras de destaque, como “AGORA”, “AUMENTE”, “ELEVE”, “EXCLUSIVO”, por exemplo.

O primeiro passo é chamar a atenção!

No caso do anúncio, com poucas palavras você conseguiu fisgar o foco do seu público-alvo.

Ao clicar, nesse primeiro contato você precisa despertar o interesse, contando uma história, utilizando frases persuasivas e gatilhos mentais que atinjam as dores do seu cliente e realizem o processo de identificação.

Depois, você precisa aguçar o desejo do seu possível cliente e mostrar a necessidade do seu produto. Mesmo em um produto simples, como a Netflix, que é fácil de ser vendida. A pessoa paga um valor simbólico por mês e assiste a qualquer filme e série com praticidade ou ela pode passar horas buscando por um player de qualidade. Esse “ou” é o que gera o desejo pelo seu produto.

Depois de todos esses processos, é hora de agir, de direcionar os seus leads para a compra! Nessa última etapa do funil, o seu cliente tem a tomada de decisão, clicando ou não no seu botão “Comprar” ou “Colocar no carrinho”.

Existe uma lista de palavras que são mais eficientes que outras, mas busque no seu negócio as chamadas que proporcionam melhores resultados.

É essencial ter um copy na sua campanha para colher bons frutos!

Comece a pensar diferente, conte com a ajuda da Bendita Mídia nessa missão!

Escreva um comentário